Gastronomia Simples

Grupo De Whatsapp Gastronomia Simples

Localização 🇧🇷 Brasil
Avaliação
0.0

RECEITAS CASEIRAS foi feito com objetivo e dedicado a você que gosta de fazer receitas deliciosas, ama cozinhar, tem o desejo de aprender , e que adora surpreender amigos e parentes com sua comida.

Grupo destinado apenas para compartilhar receitas e dicas de cozinha.

Vamos compartilhar receitas 🥰

 

Entrar no Grupo De Whatsapp

 


O que é culinária e  o que são receitas de cozinha?

Receitas de cozinha

No âmbito da culinária, receitas são orientações que ajudam as pessoas a, passo a passo, prepararem pratos de comida. As receitas geralmente vêm com seus verbos no modo imperativo, para dar instruções de como preparar o prato.

 

Culinária

A culinária é a arte de cozinhar ou seja, o acto de confeccionar alimentos. Ela evoluiu ao longo da história dos povos para tornar-se parte da cultura de cada povo. Está invariavelmente associada à cozinha, pois este é o local ideal para cozinhar. Os métodos de culinária variam de região para região, não só os ingredientes, como também as técnicas culinárias e os próprios utensílios.

 

Entendendo o que é gastronomia

Quando uma pessoa fala em gastronomia, ela está fazendo referência à atividade na culinária voltada para a compreensão das técnicas, práticas e conhecimentos, que contribuem para a construção de uma alimentação de qualidade.

O seu foco de estudo abrange as variadas formas de preparação do alimento e também as bebidas indicadas para o acompanhamento de cada refeição, bem como os materiais e utensílios utilizados no momento da confecção dos pratos.

Falando especificamente sobre o profissional que atua nesta área, ele é chamado de gastrólogo ou, em determinados casos, de chefe gourmet. Agora, quando se fala em alguém que tem interesse, que se envolve no universo culinário, que até mesmo estuda bastante sobre a área, mas não necessariamente se graduou, ou se tornou um profissional de gastronomia, a esta pessoa nós damos o nome de gastrônoma.

Neste sentido, um gastrônomo pode ser uma pessoa que é cozinheira, que prepara alimentos e pratos, ou apenas alguém que tem conhecimento suficiente para compreender as diversas nuances relacionadas à uma alimentação de qualidade e requinte.

Para pessoas assim, é fundamental que a comida tenha um excelente sabor, que o prato tenha aroma e seja ao mesmo tempo apetitoso e que tenha-se sensibilidade na hora de realizar o empratamento, ou seja, que o prato seja apresentado de maneira harmoniosa, com um aspeto visual positivo.

É possível dizer que entre os objetivos da gastronomia, o que mais se destaca é aquele que trabalha para realizar a união harmoniosa dos mais variados sabores e odores, fazendo com que sintamos uma sensação de satisfação plena, por meio de nossos principais sentidos: paladar, olfato, tato e visão.

 

História da gastronomia

Agora que você já sabe exatamente o que é gastronomia, vamos falar agora sobre como aconteceu o seu surgimento. Começando pela palavra, que tem a sua origem no grego e faz parte da união de duas outras palavras: gaster, que significa estômago e nómos, que significa “leis que governam”. Assim, a gastronomia é entendida, portanto, como as leis que governam o estômago.

Sobre a sua história, propriamente dita, o que se sabe é que ela não é tão antiga quanto muitos de nós imagina, uma vez que, na Idade Média, por exemplo, a pessoas se preocupavam mais se realmente conseguiriam encontrar algo para comer e menos no como comeriam.

 

Origem da gastronomia

De acordo com alguns historiadores, foi no reinado de Luís XIV que a gastronomia teve a sua origem, quando, de fato, os nobres da França passaram a elaborar e definir regras e normas sobre o que realmente seria comer bem ou comer mal. No entanto, somente em 1801 é que a palavra gastronomia surgiu e foi utilizada pela primeira vez, como título de um poema de Joseph Berchoux.

A partir destes fatos é que a culinária francesa se tornou tão tradicional e passou a ser reconhecida como símbolo de sofisticação na alimentação, dando destaque e fazendo com que todos nós percebêssemos que existem diferenças elementares entre comer em decorrência de uma necessidade biológica e comer como forma de celebrar um ritual social e cultural.

Alguns anos depois, em 1803, surgiu a primeira publicação voltada para a área. Escrito por Alexandre Grimod de La Reyniere e considerado o primeiro livro de gastronomia, o “Almanach des gourmands”, que pode ser traduzido como “Almanaque dos apreciadores”, apresenta a relação existente entre comida e disciplina, rituais e tradição.

Além desta, Alexandre Grimod de La Reyniere foi também responsável por expandir as publicações voltadas para a literatura gastronômica, apresentando as três formas mais conhecidas mundialmente, que são os livros de receitas, os livros de etiqueta e também os jornais de crítica gastronômica.

Com a explosão das publicações de gastronomia, nessa época também viu-se espaço para que surgissem os primeiros estabelecimentos voltados para servir comidas mais requintadas e especializadas. Assim, os primeiros restaurantes de Paris iniciaram suas atividades.

Dando um salto na história e vindo para os tempos atuais, por ter surgido, primeiramente, na França, é que se observa que muitas palavras e termos utilizados na gastronomia praticada hoje em dia são franceses, como é o caso de gourmet, maître, a la carte, mise en place, entre muitos outros.

Além disso, outro ponto que podemos observar e falar é que os franceses foram além do interesse no assunto e investiram, e continuam investindo bastante, em estudos sobre gastronomia, que acabaram por se espalhar mundo afora, transformando-se em tema sério para eles e para os fãs de culinária praticada no país.

    Escreva uma crítica

    Clique para classificar